HOMENAGEM AO MEU PAI

Segundo registos, o dia do Pai teve origem na antiga Babilónia há mais de quatro mil anos.
Um jovem, de nome Elmesu, desejando que seu Pai tivesse sempre sorte, saúde e uma longa vida, esculpiu em argila o primeiro cartão em sua homenagem.
Contudo, foi nos Estados Unidos que este dia foi tornado oficial e difundido para outros países.
Portugal escolheu o dia 19 de Março, dia de S. José, para homenagear os pais portugueses.
Aproveitando este meu novo “espaço” faço também a minha homenagem ao Pai maravilhoso que tive.
Apesar de ter partido há muito tempo, continua bem vivo no meu coração e sempre presente em cada novo amanhecer.
Paro no tempo e vejo-me criança, de vestidos leves e coloridos, correndo no jardim que existia em frente à minha casa, sob o seu olhar atento e cheio de amor. Sinto ainda hoje o cheiro das tílias e todo o carinho que depositava em cada beijo e abraço que lhe dava e que tão ternamente me retribuía.
Ao domingo, levava-me ao café para beber uma groselha (nunca mais bebi uma igual…) e caminhávamos de mãos dadas até ao campo de futebol, para assistirmos a mais um jogo.
Ah, os piqueniques que fazíamos no Verão faziam a minha delícia!
Admirava o seu porte elegante, a sua beleza, o cabelo preto e sempre bem penteado e a sua honestidade.
Com o passar dos anos, aprendi que amor e ternura também significavam estar preocupado com o meu futuro. Lembro-me constantemente dos seus sábios conselhos e do seu sorriso sempre que me via ultrapassar mais um obstáculo e atingir um novo objectivo.
Mais tarde, já com a minha própria família, nos dias de férias que passávamos juntos, partilhou comigo muito da sua sabedoria de vida.
Obrigado Pai pela tua ternura, protecção e amor.
Foste um grande homem e um grande Pai.
Em Agosto de 2008, sonhei que nos tínhamos encontrado.
Foi tão real e tão maravilhoso que partilho aqui esse encontro, em sua homenagem, tendo a certeza que ele continua a sorrir-me.

ENCONTRO COM O MEU PAI

Oh, doce e belo fim de tarde me embalava
No perfume das tílias e de rosas a bailar
Um suave e quente vento convidava
A sorrir, a sonhar, a caminhar...

Nostálgica, olhei o jardim onde me encontrava
Um vulto descansava à sombra da tília secular
Sereno, um canteiro de flores contemplava
Aproximei-me para encontrar o seu olhar

Não sabia há quanto tempo ali estava a olhar
Que vinha ao jardim da minha infância procurar
Baixinho murmurei: Pai, veio-me buscar?

Voltou-se e sorriu. Vi amor no seu olhar
Sentei-me no seu colo e falamos, sem falar
Uma lagrima caiu.
Pai, ainda é cedo para me levar.

O banco, a tília (ainda sem folhas) no jardim da minha infância
Lamego

15 comentários:

Albino Marques disse...

Linda homenagem ao teu pai.
Justa e merecida, pois os pais são como os alicerces duma casa.
Parabéns. Teu espaço está cada vez mais colorido.
BeijOca

Maria Emília disse...

Se acredita no sonho então o encontro com o seu pai foi mesmo de verdade.
Um grande abraço,
Maria Emília

Canduxa disse...

Bino,
Obrigado pelo teu carinho.
A homenagem que fizeste ao teu pai foi linda.Espero que recupere em breve.
Um Abraço
canduxa

Canduxa disse...

Maria Emília,

Sim, acredito em sonhos.
Neste meu caminhar constante sempre me têm ajudado imenso. As mensagens que eles nos enviam são muito importantes...basta estar atento.
Neste novo amanhecer agradeço a sua visita.
E, acredito que não foi por acaso.
Um grande abraço
canduxa

Rosa Maria disse...

Sinto que o teu pai deve estar orgulhoso da filha fantástica que criou.
A mensagem está linda, consegue-se sentir nas entrelinhas a emoção que colocas em cada palavra.
PARABÉNS!
Rosinha

Teresa Santos disse...

Muitos Parabéns.
Adorei o seu Blogue.
Está lindo e muito bem construído. Fiquei encantada com a enorme sensibilidade demonstrada por si, pois para além da descrição das caminhada, dos Poemas e fotografias lindíssimas, tocou-me profundamente a homenagem ao seu Pai.
O que diz e como o diz é fantástico.
Realmente a capacidade de Amar, de ser Amado, e de o demonstrar é das coisa mais belas que podemos ter e é também um forte contributo ao desenvolvimento da Sensibilidade da Tranquilidade e do Bem.
Agradeço-lhe imenso a possibilidade que me deu de conhecer esta característica sua, muito bela !
E, claro serei certamente uma visitadora assídua do seu Blogue.
Beijinhos
Teresa

Paula Oliveira disse...

Olá minha querida,

Que linda homenagem ao teu pai!

Adorei...e como sempre as tuas palavras tão sentidas me emocionaram, nota-se que vieram directamente do coração.

Muitos beijinhos.

Beta disse...

Queria amiga,

Linda a homenagem ao teu pai!
Felizmente ainda tenho ao meu lado o meu querido papá, aproveito todos o bocadinhos para dar miminhos e estar com ele. A pessoa que sou, a minha personalidade.... devo aos princípios, amor, educação que me transmitiu.

Beijinhos

Beta

ANA disse...

CANDUXA,ESTÁ LINDA A TUA MENSAGEM.
ANA

Mariazita disse...

Manita querida
Perdão pelo meu atraso...tive um problemita com um implante, tive que ir ao dentista, agora ainda está 1 pouco inchado e dói 1 bocadito, mas vai passar.
O teu post está maravilhoso.
A homenagem ao teu Pai, que tão bem conheci e de quem tanto gostei, como sabes, está lindíssima!
Tenho a certeza de que ele gostou muito.
Obrigada por teres ido ver-me...e pelas tuas palavras lindas!

Beijinhos muito docinhos da tua manita
Mariazita

Canduxa disse...

Rosinha,

Obrigado pelas tuas palavras carinhosas.
Sei que sentes quanto gosto de caminhar contigo e viver tantas experiências maravilhosas.
Obrigado pela tua presença na minha vida.
Aquele abraço
canduxa

Canduxa disse...

Teresa,

Obrigado por me ter visitado, neste meu mundo colorido.
Fiquei muito sensibilizada com a sua mensagem, a qual agradeço do fundo do coração.
Senti a sua bondade sinceridade e sensibilidade em tudo que me escreveu.
A sua mensagem dá-me força para continuar, neste espaço, a partilhar a minha vivência diária.
Beijinhos
canduxa

Canduxa disse...

Paulinha,

A tua luz torna-te num ser lindo e maravilhoso.
Nunca desistas de caminhar e com as pedrinhas que fores apanhando no caminho vais construir, um dia, uma lindo castelo para a tua princesinha.
Beijinhos
canduxa

Canduxa disse...

Beta,
Eu sei o quanto gostas do teu pai. Vai aproveitando todos os momentos que puderes, são únicos.
Obrigado pela tua visita e parabéns pela tua constante transformação.
Beijinhos
canduxa

Canduxa disse...

Ana,

Gosto sempre de te ver a espreitar no meu mundo colorido.
Gosto muito de ti.
Beijinho grande
Canduxa