O TEMPO

O momento presente, aquele que muitas vezes não temos tempo de viver, mostra-nos a sua beleza a caminhar.
Viver o Aqui e Agora é um dos segredo para sermos felizes!
Sente o chamamento da natureza, descobre a cor do mundo e desperta.



Passas por nós todos os dias
Olhando a sorrir
Caminhas depressa, nada te detém
Amas a todos, não excluis ninguém
Contigo podemos ir

Começas teu caminho ao amanhecer
Cheio de cor
A todos chamas sempre a cantar
Quem quiser pode-te acompanhar
Com amor

Mostras o sol, os pássaros, as flores
Todos podem ver
Saltas feliz de tanta emoção
Dás beijos nas crianças com paixão
Assim podemos ser

Ofereces a chuva, o frio, o calor
Sem ter vaidade
Partilhas o céu, as estrelas, o mar
Mostras a beleza a caminhar
Não tens idade

Em dias cinzentos, sem sol
Sacodes a dor
Cobres-te com manto dourado
Cheirando a mato queimado
Cheio de sabor

E passamos por ti, tão depressa
Sem descansar
Não ouvimos tantas vezes o coração
Nem temos tempo de dar a mão
Tudo vai passar

Peço-te, meu Deus! Enquanto dormes
Manda ao mundo uma mensagem
Sacode-nos o corpo e a alma com vigor
Ajuda-nos a caminhar só com amor
Até que chegue o dia...
Da última Viagem.

24 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema.

Fim de semana de luz.

beijooo.

Rosa Maria disse...

Canduxa,

A dedicação que colocas em tudo que fazer na vida está reflectido neste blog. E isso é magia.
Parabéns!

Beijinhos
Rosinha

Mariz disse...

Salvé Canduxa!

Gostei muito deste poema...muito.
Só que Deus não dorme...está permanentemente acordado em nós, mesmo que nos veja dormindo. Tal como todos os milhões dos nossos seres internos que trabalham dia e noite sem parar,programados que vêm para nos manter vivos.
Portanto...só nós, é que dormimos...gostava de saber, quais deles apagam as nossas luzes para que passados alguns minutos comecemos a sonhar?!

Muito bonita a imagem que colocou.Sabe? Lembrei-me de um exercício muito eficaz referente ao desapego.Mas em vez de borboletas eu colocava balões de gás e largava-os á medida que necessitava de me desligar de pessoas, animais, etc. para poder prosseguir mais leve o meu Caminho. é óbvio que muitas vezes as lágrimas me corriam pela cara, mas foi um grande recurso.
Hoje as minhas carruagens estão quase vazias...já passo de umas para as outras e não vejam ninguém ou algo que me incomode....
(quase)...


Deixo um abraço e votos de uma Páscoa feliz. Se passar lá por casa...vá com tempo...srsrsr

Sempre
MAriz

Mariz disse...

Ah! E continuo a segui-la...porém como mudei a foto, penso que o blogspot não assumiu.Só isso.

Também reparei que o seu blog está com nova decoração...bem bonita por sinal.

Abraço meu
MAriz

Alexandra Moura disse...

Bonito mesmo,por vezes da que pensar a existencia do mundo,e do que a vida nos da,parabens e uma beijoca doce.

Canduxa disse...

Namasté Mariz,

Fazem-me bem os seus comentários. Obrigado!
Na realidade Deus não dorme…neste momento começo acreditar que nem mesmo nós.
Sinto que apenas nosso corpo repousa e descansa, para ter forças de continuar no dia seguinte, porque nosso espírito vai ao encontro do nosso guia ou mestre, dos templos de sabedoria, do nosso EU Superior…enfim ao encontro das nossas origens.
Durante esse tempo o nosso espírito vai alimentar-se, vai relembrar, vai receber da luz o alimento necessário para quando regressar, ao corpo, possa sentir força para continuar o caminho que tem de fazer e ter sabedoria para ultrapassar todos os obstáculos.
Sempre que me deito peço ao meu Anjo da guarda que feche a minha aura, proteja o meu corpo físico e deixe que meu espírito parta ao encontro da outra parte de mim, a Divina, que me torna inteira.
Quando andava num processo de transformação profundo ao acordar lembrava-me sempre dos meus sonhos. Quase sempre sonhos de limpeza, sonhos onde era testada a minha capacidade de desapego, de força e de amor. Neste momento, é raro lembrar-me deles, ou então são sonhos vividos com pessoas que já "regressaram a casa"como por exemplo os meus pais, mas acordo sempre com muita energia e vontade de viverum novo dia.
Achei lindo ter-me contado a história dos balões porque muitas vezes fiz um exercício idêntico. Em estado meditativo colocava em cada balão dourado as pessoas, animais, e objectos que mais amava e soltava-os no ar com muito amor. Quantas vezes senti vontade de os reter e as lágrimas caiam… mas aos poucos tudo se tornou mais fácil e hoje olho e sinto que tudo é diferente. Aprendi outra forma de amar, de olhar os meus filhos e a vida …é mesmo como diz, sentimo-nos mais leves para continuar o caminho.
Sinto, às vezes, que há pessoas que pensam que me tornei insensível…mas a realidade é que me sinto quase sem medos, mais livre, mais feliz…em harmonia com o Universo.
É claro que sinto que sou testada muitas vezes…o caminho continua com muitos obstáculos, mas agora já tenho ferramentas para me ajudar a ultrapassá-los melhor. Quando me esqueço por momentos disso, lá vou eu meditar e saber porque teve de acontecer assim e porque fiz aquela escolha….quase sempre vem a resposta.
As experiências são os nossos melhores mestres!
Pois é Mariz, já tinha reparado que a sua foto sumiu…
Ontem passei no seu blogue mas vi que o post era longo e não tinha tempo para o ler. Voltarei lá em breve…adoro tudo que escreve, a forma como escreve e as imagens que arranja…. é uma fonte de inspiração para continuar na construção do meu…ainda tão pequenino!
Ainda bem que tive oportunidade de a encontrar. Obrigado por existir e pelo lindo ser de luz que daqui, deste lado, sinto que é.
Beijinhos
canduxa

Mariazita disse...

Manita querida
O tempo, sempre o tempo! Queixamo-nos da falta dele, e no entanto ele está à nossa disposição 24 horas por dia (pelo menos por enquanto...segundo a teoria da Ressonância Schuman não são, realmente, 24 horas). Mas isso é outra conversa.
Para maior ajuda ontem estive sem computador. O Mário, que está de férias, esteve a fazer-lhe uma faxina - estava muito lento...

Não preciso dizer-te quanto gosto deste teu poema, pois não???
Ainda assim digo: é Lindo!!! E fica lindamente aqui no teu blog. É a tua cara...

Amanhã vou publicar mais um capítulo da Anita. Esse já podes comentar...
Menina! nunca pensei que o meu post fosse gerar tanta celeuma!
Mas por um lado é bom, dá-nos mais uma ideia acerca da maneira de pensar das pessoas.

E não digo mais nada!!!

Beijinhos muito doces da tua manita
Mariazita

Mariazita disse...

Aqui a esquecidinha...esqueceu informar que cortei a fita (inauguração!!!) de "Histórias de Encantar".
Se quiseres dar lá um saltinho...
Só não há champanhe porque não consegui arranjar um suficientemente bom para a categoria dos comentadores :)

Beijocas
Mariazita

Mariazita disse...

Manita querida
Adorei o teu comentário no "Histórias".
Obrigada!
Isso que contas do teu amigo que pesca sem anzol é mesmo verdade?
É uma história absolutamente deliciosa. Linda!

Beijinhos da tua manita
Mariazita

Maria Emília disse...

Obrigada pela sua visita ao Abraço da Gaivota e pelas palavras lá deixadas. A foto também é sua.

O tempo somos nós que o sonhamos e transportamos para a realidade a nosso belo prazer. Há que ter a habilidade de o pintar com cores vivas.
Deixei um desafio para si no meu blog.
Um beijinho,
Maria Emília

BOTINHAS disse...

Amiguinha Canduxa
Tal como aconteceu com os miminhos da nossa amiga Gi, também com os teus tive que pedir à minha "Anja da Guarda" para me valer...
O teu é que ela ainda não
"guardou" junto aos outros, não sei porquê...
Mas não fica assim...Com a mania das arrumações que ela tem, não tarda nada aparece por aí e vai tudo razo!!! :)))

Abraço fraterno
Botinhas

PS- O TEU POST ESTÁ MARAVILHOSO!

DESEJO-TE UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA.

Eliane Santoro da Costa disse...

Adorei!Temos muito em comum.

Beijins de luz!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.