INQUIETAÇÃO

fotografia do amigo Luís

Inquieto meu ser chora no tempo
é este o meu tempo...
olhos parados cegos de justiça
estrela cintila agitando a mente,
quadros pintados  pincelam
a alma dorida.
Sorriso  apagado no mar da injustiça
palavras ao vento sossegam a alma.
Volta o sorriso!
Nova madrugada...
beleza pintada no jardim florido da minha vida.

23 comentários:

Canduxa disse...

amigos,

depois de ter vivido um momento de grande "tempestade" emocional, voltou o sorriso.
Nada como desabafar e meditar...
O sorriso volta logo.


abraço-vos com carinho

Gislene disse...

OLÁ, QUERIDA CANDUXA!

NADA COMO O TEMPO...
BÁLSAMO QUE CICATRIZA, ACALMA, E NOS RENOVA AOS POUCOS, DIA A DIA...

DEPOIS DA NOITE, SEMPRE VEM O DIA!

BEIJOS.

alegria de viver disse...

Querida amiga
Nosso emocional é uma caixinha de surpresas, sempre atento para nos testar.
Principalmente quem age com o coração, mas é bom quando conseguimos ultrapassar estas fases.
Também só é beneficiado quem merece.
Fico feliz que seu sorriso voltou.
Obrigada por compartilhar seu momento.
Fique bem, tudo vai dar certo a luz está com você.
Com muito carinho BJS.

RETIRO do ÉDEN disse...

Querida Canduxa,
Fico feliz por ti...poema lindíssimo.
Foto maravilhosa.
Que o sorriso perdure.
Fiquemos com ELE.
Bjs.sinceros
Mer

FlorAlpina disse...

Depois da tempestade vem sempre a bonança!
Que o sorriso se mantenha!

Bjs dos Alpes

Andradarte disse...

'beleza pintada no jardim florido da minha vida'
Isso é que é preciso....
Bem aparecida....
Maravilha de foto
Beijo

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Curto demais propaganda, principalmente se existir criatividade na hora de encantar com amor. Essa além de maravilhosa é envolvente...

Assista com amor, espero que goste:

http://www.youtube.com/watch?v=ensckApupW0&feature=player_embedded

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

Tite disse...

Há tanto tempo que não passava por aqui e tanto para ler.
Terei que voltar com mais calma pois palpito que a leitura vai valer a penas.

Um Sorriso fraterno para ti amiga

Mona Lisa disse...

Olá Canduxa

Adorei o poema!

Fico com estes dois versos.

Inquieto meu ser chora no tempo
é este o meu tempo...

Bjs.

Agulheta disse...

Canduxa.Por vezes as "tempestades" nos deixam assim,mas deu para fazer um lindo poema,nada como sorrisos para aliviar a alma.
Beijinho
Lisa

Mariazita disse...

Queriduxinha
As grandes obras nascem nos momentos de maiores dificuldades, especialmente emocionais.
Por isso este poema tem uma beleza muito especial; vislumbra-se amargura que foi ultrapassada, mas da qual ainda restam ligeiros resquícios.
O tempo é o melhor remédio para tudo.

Obrigada pela informação da data da foto. O local eu sabia, só me faltava a data. Agora está completa :)

Beijinhos doces da tua
Manita

*Lisa_B* disse...

Querida amiga,
lindo texto e espero que agora te sintas mais "up" pois li que estavas algo "down". Este ano como sabes é o ano da limpeza e renovação...esperemos que apesar do que tem de ser sacrificado mude para melhor.
Desculpa a minha ausência mas o tempo tem sido demasiado escasso...chego à net e adormeço sem conseguir ler os blogs amigos ou postar alguma noticia.

A minha mãe já chegou e tudo depressa voltará à normalidade.

Beijinhos com carinho.

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Mas tu própria és meditação para os outros...Depois, dessa tempestade ficou a brisa suave que tu deixas nos nossos blogs e que nos acalma como uma bênção!
Beijo cheio de carinho
Graça

Eliane disse...

Canduxa querida!
Nada como um dia depois do outro!
Felizmente voltaste a sorrir!
Bela fotografia!
Beijinhos de luz e carinho!

Mateus Luciano disse...

fico feliz por estar feliz beijos .querida

manuela baptista disse...

Canduxa

na tempestade

não há como seguir o exemplo das gaivotas, cujo olho acho que espreita aqui...

enfrentam-na, protegem-se, viram a cara para o mar e esperam com toda a confiança!

Quem somos nós para contrariar a sua sabedoria? Por isso o sorriso volta logo...

um abraço
na paz reencontrada

Manuela

CarlaSofia disse...

por vezes o nosso céu fica cheio de nuvens, tenhamos coragem para acreditar que as nuvens passarão.
beijinhos e um sorriso

Lilá(s) disse...

Já vejo o teu sorriso! mantem-o é lindo.
Bjs

AFRICA EM POESIA disse...

Canduxa
o silêncio deve ser escutado...sempre


um beijo


SILÊNCIO


É noite
Noite escura
Tudo dorme
Tranquilamente...
E eu?
Neste silêncio
Escuto...
Escuto o quê?
Não sei...
Escuto a tua voz
Que baixinho...
Me diz ao ouvido...
É noite, tudo dorme...
Mas eu estou aqui...
Para ficar contigo!...

LILI LARANJO

AFRICA EM POESIA disse...

Canduxa

Convite

No próximo domingo, dia 2 de Maio, "DIA da MÃE", no Hotel Moliceiro em Aveiro ( em frente ao Rossio), pelas 17 horas e com a Ria a fazer –nos companhia vou apresentar o livro: ” Pais e Mães”.
Estará presente o Editor da Fronteira do Caos, Dr. Victor Raquel...
A Drª Anabela Cunha fará uma breve introdução da autora...
Aqui... os nossos filhos e todas as crianças serão tratadas com Amor...

Educar é saber Amar...
Como é Dia da Mãe, vamos brindar as nossas mães com um bonito livro e com a presença delas junto de nós.

Também vamos declamar um pouco de poesia...

“Perder tempo a ler é mesmo ganhar tempo” ( Lili Laranjo)

lis disse...

Oi Canduxa
Fico feliz de saber que venceu mais uma etapa com sabedoria.
Parabéns pela nao mais inquietação!
Passo pra deixar meu abraço e dizer que escolhi um pedacinho do seu blog pra comemorar comigo o aniversário dlo meu num ano de boas alegrias.
passa çá pra ver , ficou lindo!
abraços

EVELIZE SALGADO disse...

Amada amiga!
O que são as tempestades, senão o descarrego das energias pesadas, uma limpeza profunda, uma bênção de Deus?!
Alma lavada, energizada e equilibrada.
Novos tempos, belas flores perfumadas em nosso jardim.

(Parece que estamos sempre de mãos dadas)

Beijos em flor!

Juliêta Barbosa disse...

Canduxa,

Hoje, a visita é para agradecer a delicadeza do teu gesto, amanhã, voltarei para ler as tuas palavras com a atenção que elas merecem. Bjs