ENTARDECER

Entardecia!
Estava exausta...
Olhei a natureza!
O sol debruçava-se no horizonte
Devagarinho.
O último pássaro cantou
O vento soprou de mansinho.
A última folha da nogueira caiu
Do tronco envelhecido
Estava embriagada pela beleza
Do anoitecer
E deixei que o último raio de sol
Me envolvesse num abraço,
Ouvindo ao longe o sino da aldeia.
Terminara o dia!
A noite nascia!
O silêncio apoderou-se da natureza
E de mim…
Debruçada na varanda que me faz sonhar
Vi a lua nascer.
Senti o coração falar baixinho...
Não há caminho para a felicidade.
A felicidade é o próprio caminho!
Sabia que aquela frase era de alguém sábio
Ali, naquele silêncio senti-me sábia...
E agradeci ao Universo aquele entardecer.

19 comentários:

EVELIZE SALGADO disse...

Amiga Canduxa, lindo texto, linda varanda, belo entardecer. Senti-me aí, ao teu lado, desfrutando deste mágico momento.
Na Paz!!!!!
bjinhosssss

EVELIZE SALGADO disse...

Passei para dizer que há um novo selo na barra lateral do blog, embriaguei-me com o texto e esqueci o recado. Podes buscá-lo, se quiseres.
Meu carinho!

Eliane disse...

Canduxa querida!
Que momento maravilhoso!Lindo o que escreveu!
Tem selinho pra você!
Beijinhos com carinho!

Fenix disse...

Que maravilha!
Quase consegui ver tudo isso "pelos seus olhos"...
Sim, a frase é sábia e verdadeira... "a felicidade é o caminho"...
Tem que ser, porque de outra forma nunca seremos felizes. Não podemos esperar pelo fim do caminho para encontrar a felicidade. Temos que a ir colhendo ao longo do caminho.

Beijinhos
São

ONG ALERTA disse...

O dia é perfeito cumpre seu ciclo e admiramos os tons da natureza e nós aprendemos a sonhar para buscar paz.

Pó de Estrela disse...

Querida Canduxa

Que linda varanda, que linda e sábia frase, que lindo poema!

Que venham assim muitos entardeceres :)

Beijinhos de Pó e Estrela

alegria de viver disse...

Querida amiga
A foto é perfeita, devo dar os parabéns ao fotografo.
Seu poema ficou exatamente como memórias de uma tarde.
A felicidade está no seu coração, por isso consegue nos transmitir toda a beleza da vida.
Com muito carinho para uma pessoa iluminada BJS.

Mariazita disse...

Manita querida
Não sei onde há mais beleza - se no teu poema se no teu ar de felicidade debruçada na varanda do Pontido...
Ai, Pontido, que saudades!
Não admira que, nesse ambiente idílico, criasses uma obra tão bonita.
Emocionou-me ler-te. E fez-me saudades...
Quisera estar lá contigo apreciando o entardecer e o surgir da lua...
Qualquer dia será.
Até lá, deixo-te um milhão de beijitos docitos, e muita Luz.

Tua
Mariazita

mfc disse...

Um poema que merece a bonita varanda ou uma varanda que merece o lindo poema?!
Fiquemo-nos por um misto dos dois, o que é bem merecido.

Céci disse...

Olá Canduxa,

Que lindo entardecer escrito por ti.

A tua foto está linda assim como teu blogue, levezinho e que bem me sinto aqui.

Bjinhos

Céci

RETIRO do ÉDEN disse...

Querida Canduxa,

Que maravilha de palavras, de entardecer, de "modelo".

bem-haja por tanta luz e paz.
Bjs.
Mer

Mariazita disse...

Venho convidar-te a visitar o meu blog A CASA DA MARIQUINHAS .

Lá encontrarás um selinho que te é destinado.

Beijinhos
Mariazita

AFRICA EM POESIA disse...

Canduxa

Um beijo e o meu baú



O MEU BAÚ...


Meu baú encantado...
Meu baú bem fechado...
Meu baú que ficou lá...
Mas que eu o imagino cá...
.........
No meu baú...
............
Os meus sonhos...
As minhas vestes...
Os meus brincos...
Os meus laçarotes...
As minhas bonecas...
...........
No meu baú...
.........
Os meus beijos...
Os meus desgostos...
As minhas loucuras...
.......
No meu baú...
.......
Fechado a sete chaves...
Eu olho para longe...
E sei que o meu baú...
É também igual...
A uma caixinha de Pandora...
...

E nada mais...
E não o abro...
Porque quero que o sonho...
Continue...
Perdure para sempre...
E nunca se desfaça...

LILI LARANJO

Pelos caminhos da vida. disse...

Eu nunca te vi.
Mas sei que você realmente existe!
Eu lhe transformo em realidade,
Como magia espalhado no ar!
A sua voz é como de um Anjo,
embora nunca a tenha ouvido.
Você sempre tem uma palavra de
conforto e alegria.
Embora esteja longe sempre
lhe sinto bem perto de mim!
Você é muito especial para mim
e enquanto você estiver em minha tela,
Eu nunca estarei só.

Bom dia amiga.

Fim de semana de muita paz,saúde, amor.

beijooo.

AFRICA EM POESIA disse...

Vim Também tomar café contigo.
Sento e sinto paz e é muito bom...

Esta é a maneira poética de eu ver o grão do café...
Meu amigo...
Meu aliado
Com quem sempre vivi...
e era lindo sentir o doce do bago e brincar na sua palha...




MOINHO DE CAFÉ


Café...
Castanho...
Redondinho...
Colocado no moinho...
Moinho que mói...
Que o envolve...
E o transforma...
E tu...
Ficas mais leve...
Mais fino...
Mais puro...
E mais macio...
E é aí que...
Sentes o poder...
De te transformares...
Para nos poderes deliciar!...

LILI LARANJO

manuela baptista disse...

Ó Canduxa,

o seu poema está bonito,

mas a sua varanda também!

Assim os entardeceres têm outra cor, outra paz.

Um beijo

Manuela Baptista

AFRICA EM POESIA disse...

canduxa


Lindo entardecer

Fé e Amor. e com estas palavras o nosso pensamento torna-se mais leve.
um beijinho e obrigada por seres assim
beijo

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga Canduxa,

Desejo-te uma noite cheia de Luz e Amor.
...e amanhã e depois, e depois...
Bjs.
Mer

Canduxa disse...

Queridos Amigos,

Acreditar que a felicidade é o nosso caminho e percorrê-lo conscientes da nossa força e capacidade de transformação é a melhor forma de nos sentirmos em paz.
Quando escutamos o silêncio e olhamos à nossa volta, descobrimos que é nas pequeninas coisas que nos encontramos com a nossa essência, tal como este entardecer…

Obrigado pelos vossos comentários.

Um grande abraço para todos.